ru

Iniciativa de documentação de processos da ICANN (solicitada por comentários da comunidade)

16 июня 2017

Theresa SwinehartTheresa Swinehart, SVP, Global Domains and Strategy, Co-Deputy to the President and CEO

В дополнение к языкам, использующимся в ООН, этот материал также доступен на

Durante o ICANN58, Göran Marby falou sobre começar um trabalho de descrição e documentação de vários processos importantes através dos quais a organização e a comunidade da ICANN interagem, com recomendações e conselhos. Já avançamos um pouco, como os participantes da Cúpula da GDD [PDF, 2.3 MB] ficaram sabendo, e queremos informar vocês antes da nossa sessão no ICANN59.

Até agora, esse trabalho resultou em uma série de fluxogramas preliminares que ilustram visualmente processos, funções, responsabilidades e, se for o caso, áreas em que podem surgir impasses ou confusões, começando por:

Solicitamos comentários da comunidade

Como dissemos, esses fluxogramas são preliminares e queremos trabalhar juntos para definir o que fizemos bem na criação deles, o que pode melhorar e o que faltou. A seguir, temos algumas áreas que identificamos para discussão e comentários.

Situações em que a Diretoria recebe recomendações ou conselhos conflitantes de grupos diferentes.

  • Que mecanismo pode ajudar no processo de preparo de recomendações para evitar situações em que elas batam de frente com outros conselhos ou com um PDP?

Situações em que há ambiguidade nas recomendações ou nos conselhos, gerando incerteza na fase de implementação.

  • Que etapas podem ser seguidas para garantir que as recomendações/os conselhos sejam claros e possíveis de implementar, e que a implementação seja consistente com a intenção das recomendações/dos conselhos?
  • Depois que as recomendações são enviadas à Diretoria e a equipe que as redigiu é desfeita, o que acontece quando, durante o trabalho de implementação, há ambiguidade, confusão ou preocupação em relação à intenção ou à viabilidade das recomendações? A GNSO tem um processo definido para resolver situações, mas como a organização e a comunidade da ICANN devem resolver esses problemas caso não haja um processo definido?

O que deve acontecer se as análises resultarem em recomendações que já são assuntos em discussão em um PDP?

  • Como um processo pode ajudar a identificar e registrar interdependências entre os processos de análise e o desenvolvimento de políticas, garantindo que elas sejam sinalizadas logo no início?
  • Quais são os processos necessários para que as equipes de análise resolvam situações em que suas recomendações devam orientar um trabalho de PDP ou basicamente determinar como deve ser uma recomendação de política? E se o grupo de PDP não concordar ou não quiser aceitar as recomendações da equipe de análise?

Há outros tópicos não mencionados aqui que precisam ser incluídos? Vocês têm ideias ou comentários sobre as versões preliminares?

Durante o ICANN59, vamos exibir as versões preliminares durante toda a semana na área principal. Também realizaremos uma sessão na quinta-feira, 29 de junho às 8h no horário local no salão 3 para que a comunidade tenha a oportunidade de conversar sobre nossos avanços e fazer comentários. Recomendo que todos participem dessa sessão, pessoal ou remotamente. Vamos conversar sobre as áreas mencionadas acima e sobre áreas que podem gerar impasses ou confusão, e esse diálogo ajudará a esclarecer mais os processos. Quem não puder participar pode enviar comentários sobre os processos para o e-mail processdocumentation@icann.org até 30 de julho de 2017.

Próximas etapas

Vamos receber comentários sobre as versões preliminares dos fluxogramas até julho, com o objetivo de desenvolver versões atualizadas incorporando essas opiniões até o ICANN60, em novembro. Os fluxogramas dos processos ficarão on-line, e teremos um mecanismo para refletir os comentários ou esclarecer os processos. Além disso, as próximas etapas serão determinadas em grande parte pelos comentários de vocês, seja na nossa sessão ou por e-mail, e também pelas ideias que recebemos dos participantes da Cúpula da GDD em maio de 2017. Esperamos trabalhar juntos para finalizar essa iniciativa de documentação de processos.

Theresa Swinehart
Theresa Swinehart
SVP, Global Domains and Strategy, Co-Deputy to the President and CEO

Theresa Swinehart

Read biographyRead biography