ru

Relatório independente traça possível caminho para avançar na mitigação das colisões de nomes de domínio

26 февраля 2014

В дополнение к языкам, использующимся в ООН, этот материал также доступен на

Um relatório independente encomendado pela ICANN, Como mitigar o risco de colisões no espaço de nomes no DNS (Mitigating the Risk of DNS Namespace Collisions), ofereceu uma série de recomendações concretas sobre como mitigar riscos potenciais de colisões de nomes de domínio.

Clique aqui para fazer o download do relatório completo» [PDF, 322 KB]

Clique aqui para remeter comentários sobre o relatório»

Uma colisão de nomes acontece quando uma tentativa de resolver um nome usado em um espaço de nomes privado gera uma consulta (query) para o Sistema de Nomes de Domínio (DNS) público.

"Este relatório observa exaustivamente a questão das colisões e os potenciais riscos e impactos, e oferece alguns conselhos muito claros sobre como ajudar os operadores de sistemas a detectar e mitigar esses riscos", disse Akram Atallah, Presidente da Divisão de Domínios Globais da ICANN. "O próximo passo é procurar opiniões e comentários da nossa comunidade acerca dos achados do relatório".

O relatório salientou que as colisões de nomes não são algo novo e que quaisquer problemas que surgirem da expansão dos Domínios de Nível Superior (TLD) sob o programa de Novos gTLD da ICANN poderiam se assemelhar àqueles que acontecem em outras partes do DNS. Mas o relatório observou que a expansão da quantidade de TLD não vai aumentar os riscos de colisões de nomes em forma fundamental ou significativa.

Especificamente, o estudo esboça uma série de recomendações sobre como a ICANN e os operadores de TLD deveriam tratar a questão das colisões de nomes no crescente espaço de TLD:

  • A ICANN deveria solicitar aos registros de novos TLD que implantem e publiquem uma zona de interrupção controlada de 120 dias monitorada pela ICANN logo depois da delegação na zona raiz.
    • Depois de um período de 120 dias, não haverá mais restrições vinculadas às colisões no TLD.
  • A ICANN deveria contar com processos de respostas a emergências para analisar e agir nos casos de denúncia de problemas que apresentem "um perigo claro e presente para a vida humana".
  • A ICANN e outros na comunidade deveriam continuar coletando e analisando dados relacionados aos servidores raiz e à interrupção controlada.
  • Os Domínios de Nível Superior .corp, .home e .mail deveriam estar reservados permanentemente.

O relatório fica publicado para comentário público até o dia 21 de abril de 2014.