en

Três reuniões, dois países, uma Internet

28 October 2014

Joe CatapanoJoe Catapano, Stakeholder Engagement Manager - North America

In addition to the U.N. six languages, this content is also available in

woman holding a sign that reads "How has the Internet changed your life? I'm able 2 find the answer 2 any question at the drop of a hat. #1world1internet

A agitada estação do outono começou na América do Norte. Isso ficou claramente evidente nas últimas duas semanas, com a realização de várias reuniões importantes sobre o futuro da governança da Internet.

Baltimore, Maryland, EUA, foi o local da 62ª reunião do Grupo americano de operadores de rede (NANOG) e da 34ª reunião do Registro americano para números na Internet (ARIN).

Entre as discussões usuais do NANOG/ARIN sobre o protocolo da Internet versão 6 (IPv6), colisão de nomes, desenvolvimento de software, entre outros, houve dois momentos únicos que se destacaram das últimas reuniões.

O primeiro ocorreu durante o NANOG, em que dois dos membros mais recentes do Grupo constituinte de provedores de serviço e de conectividade da Internet (ISPCP), da ICANN, Christian Dawson e Jennifer Taylor (participando do NANOG pela primeira vez), apresentaram "Por que os operadores de rede precisam se envolver na ICANN". O objetivo deles era apresentar aos participantes (muitos deles não familiarizados com a ICANN e outros que estavam ausentes da comunidade da ICANN por algum tempo) a um grupo específico da ICANN e incentivá-los a se envolver em um nível que considerassem confortável.

Christian Dawson and Jennifer Taylor at NANOG62

Christian Dawson e Jennifer Taylor, do grupo constituinte do ISPCP, após a apresentação no NANOG 62, em Baltimore.

Houve algumas perguntas difíceis para Christian e Jennifer, que nos inspiraram a repensar como apresentamos as oportunidades de envolvimento na ICANN aos grupos de partes interessadas. Por exemplo, o público do NANOG é um dos solucionadores de problemas e a apresentação não conseguiu identificar o motivo pelo qual os operadores de rede precisam se envolver na ICANN. Alguns não foram claros sobre a missão do ISPCP e como e onde ela se alinha aos conjuntos de habilidades dos participantes do NANOG.

Levando adiante essas lições, Christian e Jennifer tiveram êxito ao estabelecer a base para o futuro envolvimento com a comunidade técnica norte-americana em nome do ISPCP e deram um exemplo de como os membros da comunidade da ICANN podem se unir à equipe no trabalho do envolvimento de partes interessadas.

O segundo momento aconteceu durante a discussão do ARIN sobre a transição da administração das funções da Autoridade para atribuição de números na Internet (IANA). A reunião proporcionou uma oportunidade de ouro para a comunidade técnica norte-americana oferecer feedback sobre o processo de transição. A discussão relativa à transição continua, e finalmente fará parte de uma única contribuição da comunidade dos Registros regionais de Internet para o Grupo de coordenação de transição da administração da IANA.

Canadian Internet Forum Group gathered around in dicussion

Participantes do Fórum canadense de Internet discutem questões críticas de política da Internet no Museu canadense da natureza em Ottawa.

No encontro de comunidades dos Estados Unidos, a Autoridade canadense de registro da Internet (CIRA) reuniu o Fórum canadense de Internet 2014 (CIF) no Museu canadense da natureza em Ottawa. Cerca de 100 interessados do governo, sociedade civil, negócios e grupos acadêmicos e técnicos se reuniram para discutir e compartilhar ideias relativas aos mais interessantes tópicos da Internet no Canadá. O evento apresentou considerações do vice-ministro da indústria do Canadá, John Knubley, do presidente e CEO da CIRA, Byron Holland, entre outros. Também foi feita uma apresentação de vídeo do presidente e CEO da ICANN, Fadi Chehadé.

Fiquei impressionado em ver como os participantes do CIF trabalharam em conjunto, em equipes, em vários momentos da conferência, para colaborar em soluções de problemas como o acesso legal, vigilância on-line e ampliação da política digital canadense. As discussões em mesas redondas foram facilitadas por um representante da CIRA depois de cada discussão em painel, oferecendo aos participantes a oportunidade de refletir sobre comentários feitos por especialistas sobre os assuntos e formular soluções para problemas complexos, reais e hipotéticos.

Embora seja semelhante ao seu congênere dos Estados Unidos (Fórum de governança da Internet-EUA) em alguns aspectos, o CIF manteve um número menor de participantes, optando por convidar partes interessadas de várias comunidades que têm um nível básico de conhecimento nos assuntos que formaram a pauta.

Os relatórios coletados pelo CIF são compartilhados por vários meios, apresentados ao Fórum de governança da Internet nas Nações Unidas e a CIRA incentiva os formuladores de políticas, pesquisadores e a comunidade de negócios a usá-los em seu trabalho.

Shea Edwards holds a whiteboard, where she has written how the internet has changed her life

Shea Edwards na 51ª reunião da ICANN em Los Angeles.

Se esses dois eventos não fossem suficientes para abrir o apetite de alguém sobre a governança da Internet, ambos foram sucedidos pela 51ª reunião da ICANN em Los Angeles, onde mais de 2.300 membros da comunidade global de múltiplas partes interessadas se reuniu para discutir o futuro da ICANN.

Seria preciso o blog inteiro para tentar cobrir toda a ação ocorrida em LA, mas dentre os destaques estão:

  • Secretária de comércio dos Estados Unidos Penny Pritzker tornou-se a primeira secretária do gabinete a participar de uma reunião da ICANN e ofereceu comentários corajosos defendendo uma Internet livre e aberta, com base no modelo de múltiplas partes interessadas;
  • No 25º dia técnico da ICANN só restaram "lugares em pé", com apresentações do  Diretor de segurança nas informações da Yahoo!, Alex Stamos, e do Diretor de tecnologia de inovação da cidade de Los Angeles, Peter Marx; e
  • Consultas à comunidade sobre aprimoramento da responsabilidade da ICANN e a transição da administração da IANA. Assista à entrevista de encerramento com Fadi e o Presidente do conselho da ICANN, Steve Crocker, para ter uma visão mais detalhada da reunião.

Com estes três importantes eventos no retrovisor, a América do Norte olha para o futuro, para um fechamento interessante de 2014.

Joe Catapano é coordenador do Envolvimento global de partes interessadas da ICANN para a América do Norte.

Joe Catapano
Joe Catapano
Stakeholder Engagement Manager - North America

Joe Catapano

Read biographyRead biography