en

O 10° IGF: Um espaço mais maduro para os debates sobre Governança da Internet

23 November 2015

Rodrigo De La ParraRodrigo De La Parra, VP, Stakeholder Engagement and Managing Director - Latin America and Caribbean

In addition to the U.N. six languages, this content is also available in

Se observamos os primeiros dias do processo do WSIS (World Summit on the Information Society), fica claro que a comunidade da Internet global tem feito grandes avanços em estabelecer um espaço para debates multissetoriais. Em 2002, durante as reuniões preparatórias, alguns grupos de partes interessadas estavam se esforçando por ser ouvidos quanto a forma aos debates mundiais sobre a Sociedade da Internet e, em particular, sobre a Governança da Internet. O 10° Fórum de Governança da Internet (IGF), que teve lugar no Brasil, foi justamente o contrário disso. Foi um testamento para o diálogo aberto e inclusivo focado em fazer avançar os diferentes tópicos em volta da agenda de Governança da Internet.

Durante a fase do WSIS 2003, em Genebra, ficou evidente que os debates sobre a Governança da Internet merecia ter um espaço neutro que garantisse que todos os setores interessados pudessem ser ouvidos. Um primeiro passo nessa direção foi a formação do Grupo de Trabalho sobre Governança da Internet (WGIC). Em 2005, houve um forte consenso no sentido de que este espaço devia evoluir e consolidar-se para transformar-se no que hoje conhecemos como IGF.

Nos últimos dez anos houve dez edições do IGF, e agora, mais do que nunca, esta plataforma de diálogo tem demonstrado sua utilidade como ponto de encontro de ideias, contrastes, divergência e convergência.

Também fica claro que a ICANN tem um papel importante na agenda de Governança da Internet. O décimo IGF testemunhou debates substanciais da comunidade ICANN à medida que trabalha para finalizar as propostas dos grupos de Transição da Supervisão da IANA e de Melhoria da Prestação de Contas da ICANN, que em breve serão encaminhados para a revisão final. Mas, além disso, o IGF no Brasil também foi uma oportunidade importante para a comunidade debater, em profundidade, outras questões relevantes, como privacidade, copyrights, direitos humanos e neutralidade da rede.

Agora há uma melhor compreensão de onde colocar os diferentes tópicos em volta da Governança da Internet e estamos testemunhando o surgimento de novas ideias e plataformas sobre como tratar essas questões. O IGF continua a ser uma reunião crucial para aqueles envolvidos na Governança da Internet e muitos dos participantes parecem concordar com isso. Esperamos sinceramente que o mandato do IGF seja renovado por mais dez anos: tudo demonstra que assim será.

Muitos anos de vida para o IGF!

Rodrigo De La Parra
Rodrigo De La Parra
VP, Stakeholder Engagement and Managing Director - Latin America and Caribbean

Rodrigo De La Parra

Read biographyRead biography