en

Krista Papac é nomeada diretora do departamento de Reclamações da ICANN

10 March 2017

In addition to the U.N. six languages, this content is also available in

10 de março de 2017 – A ICANN (Internet Corporation for Assigned Names and Numbers, Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números) anunciou hoje que Krista Papac, diretora do departamento de Serviços de Registro e Participação da Divisão de Domínios Globais da ICANN, foi nomeada diretora do departamento de Reclamações da ICANN.

"O diretor do departamento de Reclamações é uma função nova importante na ICANN para ajudar a melhorar a organização da ICANN", afirmou Göran Marby, CEO da ICANN. "Krista contribui há muitos anos para a organização da ICANN e a comunidade de múltiplas partes interessadas. Ela é bastante respeitada pelos colegas em toda a organização e construiu várias relações com os membros da comunidade. Não poderia pensar em alguém mais apropriado para essa função tão importante."

O departamento de Reclamações fornecerá um mecanismo centralizado para rastrear reclamações recebidas sobre a organização da ICANN e é uma forma adicional para a organização da ICANN manter-se responsável e transparente sobre seu desempenho. A diretora do departamento de Reclamações trabalhará com diversos processos internos de reclamações da ICANN para ajudar a promover melhorias e coletar dados sobre as reclamações recebidas em toda a organização. A diretora do departamento de Reclamações ajudará a garantir que todas as reclamações sobre problemas sistêmicos ou preocupações relacionadas à organização sejam ouvidas, revisadas, analisadas e resolvidas de maneira aberta, conforme apropriado.

A ICANN recebe reclamações por meio do Ombudsman, de Solicitações de Reconsideração e do Processo de Revisão Independente, além de diversas outras funções na ICANN, como a equipe de Conformidade Contratual. Todos esses mecanismos e funções permanecerão da mesma forma e não serão afetados por esse processo adicional de responsabilidade.

"Estou honrada em aceitar essa nova função na ICANN", disse Krista. "Meu objetivo é ajudar a promover esse novo canal para ouvir a voz da comunidade. Como diretora do departamento de Reclamações, posso ajudar a dar mais visibilidade à organização sobre os possíveis problemas sistêmicos que existem agora ou venham a existir no futuro. Assim poderemos considerar os aprimoramentos de maneira proativa."

A diretora do departamento de Reclamações estará diretamente subordinada a John Jeffrey, conselheiro geral e secretário da ICANN. Krista fará a transição da sua função na Divisão de Domínios Globais nas próximas semanas e começará a formar o departamento de Reclamações.

Krista Papac é uma executiva veterana com mais de 15 anos de experiência no setor de nomes de domínio tendo atuado em diversas funções, inclusive de liderança executiva e gerenciamento, planejamento estratégico, desempenho de processo corporativo e desenvolvimento de negócios. Krista juntou-se à ICANN em maio de 2013 como diretora do departamento de Serviços de Registro e Participação. Nesse período, ela formou uma equipe global de especialistas em desenvolvimento de serviços e relações posicionando pessoas, processos e infraestrutura para apoiar o crescimento do mercado de gTLDs.

Sobre a ICANN

A missão da ICANN é ajudar a garantir uma Internet global estável, segura e unificada. Para entrar em contato com outra pessoa pela Internet, você digita um endereço em seu computador – um nome ou um número. Esse endereço deve ser exclusivo para que os computadores possam encontrar um ao outro. A ICANN ajuda a coordenar e administrar esses identificadores exclusivos em todo o mundo. A ICANN foi fundada em 1998 como uma corporação de utilidade pública sem fins lucrativos, com uma comunidade de participantes do mundo todo. A ICANN e sua comunidade ajudam a manter a segurança, a estabilidade e a interoperabilidade da Internet. A ICANN também promove a concorrência e desenvolve políticas para o primeiro nível do sistema de nomes da Internet, além de facilitar o uso de outros identificadores exclusivos.