en

A comunidade japonesa forma Painel de geração para elaborar regras de geração de rótulos de zona-raiz em escrita japonesa (LGR)

17 March 2015

A ICANN tem o prazer de anunciar que o Painel de Geração para Regras de Geração de Rótulos  (LGR) de Zona Raiz em Escrita Japonesa tem se reunido.

Depois da Chamada para Painéis de Geração para Elaborar Regras de Geração de Rótulos de Zona Raiz, em 6 de fevereiro de 2015, a comunidade japonesa encaminhou à ICANN a Proposta para um Painel de Elaboração de Regras de Geração de Rótulos de Zona Raiz [PDF, 223 KB]. A equipe da ICANN revisou a proposta, inclusive da composição e escopo do painel, para garantir o cumprimento dos requerimentos determinados no Procedimento de LGR [PDF, 772 KB], e, em particular, dos critérios determinados na Chamada para a Criação de Painéis para Elaborar Regras de Geração de Rótulos de Zona Raiz.

Em nome da ICANN, gostaríamos de aproveitar esta oportunidade para agradecer a cada um dos membros por ter oferecido seu tempo e experiência para trabalhar voluntariamente no Painel de Geração de Escrita Japonesa.

Com a composição do grupo e o plano de trabalho aprovados, o Painel de Geração em Escrita Japonesa vai começar a trabalhar nas regras de geração de rótulos. De acordo the Procedimento de LGR [PDF, 772 KB]], o ponto de início de qualquer trabalho do Painel de Geração é o Repertório de Início Máximo (MSR), com sua primeira versão (MSR-1) publicada em 20 de junho de 2014, e a segunda versão (MSR-2), atualmente em etapa de revisão pela comunidade. A especificação completa das tarefas do Painel de Geração pode ser consultada no Procedimento de LGR [PDF, 772 KB] em particular, Seção B.3 "Procedimento de Geração de Regras Variantes - Variant Rule Generation Procedure".

A ICANN forneceu um espaço de trabalho de localização pública central no site do projeto, onde serão incluídas a composição do Painel de Geração de Escrita Japonesa, as atualizações no plano de trabalho, os relatórios públicos, os detalhes de contato e quaisquer outras informações pertinentes.

Como lembrete e para destacar a importância do envolvimento da comunidade de escritas, necessário para a elaboração das LGRs de Zona Raiz de IDNs, gostaríamos de reiterar a Chamada para Painéis de Geração para Elaborar Regras de Geração de Rótulos de Zona Raiz. Uma elaboração correta de LGRs de Zona Raiz depende de que existam Painéis de Geração para cada escrita representada na Zona Raiz. Além dos esforços contínuos com as escritas árabe, armênia, chinesa e japonesa, espera-se que o Painel de Geração abranja outras escritas, entre elas, bengali, cirílico, devanagari, etíope, georgiana, grega, gujarati, gurmukhi, hebraica, khmer, coreana, laosiana, latina, de Myanmar, oriya, sinhala, tamil, telugu, tai e tibetano.

Para mais informação sobre como formar um Painel de Geração, consulte Chamada para Painéis de Geração para Elaborar Regras de Geração de Rótulos de Zona Raiz e outros documentos de apoio fornecidos no Site do Projeto de LGRs de Zona Raiz. Os interesses individuais podem ser remetidos por e-mail a idntlds@icann.org.

Sobre a ICANN

A missão da ICANN é garantir uma Internet mundial estável, segura e unificada. Para contatar outra pessoa através da Internet você deve digitar um endereço no seu computador – um nome ou um número. Esse endereço deve ser único para que os computadores saibam onde encontrar-se entre si. A ICANN coordena esses identificadores únicos no mundo inteiro. Sem essa coordenação, não poderíamos ter uma Internet global. A ICANN, lançada em 1998, é uma corporação para o benefício público e sem fins lucrativos, com participantes de todo o mundo, dedicada a manter uma Internet segura, estável e interoperável. Promove a concorrência e elabora políticas sobre os identificadores únicos da Internet. A ICANN não controla conteúdos na Internet. Não pode deter o spam nem trata questões sobre o acesso à Internet. Porém, através de sua função de coordenação do sistema de nomeação da Internet, ela tem uma influência importante na expansão e evolução da Internet. Para mais informações, visite: www.icann.org