ru

Líderes técnicos da Internet acolhem o progresso da globalização da IANA

14 марта 2014

В дополнение к языкам, использующимся в ООН, этот материал также доступен на

Os líderes das organizações técnicas da Internet responsáveis pela coordenação da infraestrutura da Internet (IETF, IAB, RIRs, ccTLD ROs, ICANN, ISOC e W3C) acolhem o anúncio do governo dos Estados Unidos sobre as mudanças sugeridas relacionadas ao contrato de funções da IANA.

As funções sobre processos de elaboração de políticas das organizações técnicas da Internet e o papel da ICANN como administradora das funções da IANA permanecem inalterados.

A transição das funções de custódia e supervisão do governo dos Estados Unidos foi concebida já desde os primeiros dias do contrato para assumir as funções da IANA. Essa transição é agora viável por conta da maturidade das organizações técnicas da Internet no cumprimento de seus respectivos papéis relacionados às funções da IANA. E a ICANN vai facilitar um processo multi-setorial global para planejar essa transição.

A fortaleza e a estabilidade das funções da IANA dentro das organizações mencionadas acima (que formam a comunidade técnica da Internet) são cruciais para o funcionamento da Internet. Os processos relativos às funções da IANA sempre foram especificados cuidadosamente nas comunidades que nossas organizações representam. As funções da IANA são administradas com fidelidade pela ICANN. Estamos comprometidos a continuar com nossos processos comprovados e impulsionados pela comunidade à medida que formos participando dessa transição. Nossas comunidades já estão considerando propostas para fazer com que essa transição avance.

Nossas organizações estão comprometidas com processos multi-setoriais abertos e transparentes. Também nos comprometemos a continuar fortalecendo nossos processos e acordos relacionados às funções da IANA e a construir a partir das organizações existentes e de suas funções. A comunidade técnica da Internet está suficientemente forte para continuar exercendo sua função enquanto assume a função de supervisão e custódia transferida pelo governo dos Estados Unidos.

Líderes participantes

  • Adiel A. Akplogan, CEO do Centro de Informação de Redes da África (AFRINIC)
  • Barrack Otieno, Gerente da Organização de Domínios de Nível Superior da África (AFTLD)
  • Paul Wilson, diretor-geral do Centro de Informação Ásia-Pacífico (APNIC)
  • Don Hollander, gerente-geral da Associação de Domínios de Nível Superior da Região Ásia-Pacífico (APTLD)
  • John Curran, CEO do Registro Norte-Americano para Números da Internet (ARIN)
  • Peter Van Roste, gerente-geral, Conselho para Registros Nacionais Europeus de Domínio de Nível Superior (CENTR)
  • Russ Housley, diretor do Comitê de Arquitetura da Internet (IAB)
  • Fadi Chehadé, presidente e CEO da Corporação para Atribuição de Nomes e Números na Internet (ICANN)
  • Jari Arkko, diretor do Grupo de Tarefas de Engenharia da Internet (IETF)
  • Kathy Brown, presidente e CEO da Internet Society (ISOC)
  • Raúl Echeberría, CEO do Registro de Endereços de Internet para América Latina e o Caribe (LACNIC)
  • Carolina Aguerre, gerente-geral, Associação de TLD para América Latina e o Caribe (LACTLD)
  • Axel Pawlik, diretor do Centro de Coordenação de Redes de Réseaux IP Européens (RIPE NCC)
  • Jeff Jaffe, CEO de World Wide Web Consortium (W3C)