Skip to main content

A ITEMS International foi designada para fazer uma revisão independente da comunidade At-Large

Esta página também está disponível em:

A Corporação para a Atribuição de Nomes e Números da Internet ("ICANN") designou a ITEMS International para fazer uma revisão independente da Comunidade At-Large ("At-Large"). A revisão faz parte do compromisso da ICANN com a melhoria contínua, a prestação de contas e a transparência.

A comunidade At-Large tem uma função importante: representar os interesses dos usuários da Internet. Existem mais de 190 Estruturas At-Large (ALSes) em todo o mundo e uma quantidade crescente de membros individuais. Quer seja um grupo a favor dos direitos dos consumidores relacionados à Internet, quer uma organização acadêmica ou um indivíduo engajado, a comunidade At-Large compartilha a paixão por fomentar o desenvolvimento da Tecnologia da Informação e as Comunicações (TIC) e por contribuir com as políticas que influenciam a coordenação técnica do Sistema de Nomes de Domínio. Ela garante que a Internet contribua para servir o interesse público mundial.

Além de avaliar a eficácia das melhorias decorrentes da Revisão anterior, feita em 2008, o objetivo deste Revisão é (1) reconhecer áreas que estão funcionando bem, (2) identificar áreas que precisam de melhorias e propor as mudanças necessárias, e (3) avaliar a eficácia organizacional da Comunidade At-Large – ALAC, as Organizações Regionais At-Large (RALOs) e as Estruturas At-Large (ALSes), de acordo ao objetivo fornecido pela ICANN e aos critérios quantificáveis.

A revisão está programada para começar de imediato e vai concluir em abril de 2017 e, como acontece com revisões de outras estruturas dentro da ICANN, esta revisão é exigida nos Estatutos da ICANN.

A Revisão da comunidade At-Large trata sobre a nova abordagem melhorada para fazer revisões. A comunidade At-Large vai ser protagonista deste processo inclusivo: ao manter a abordagem multissetorial e de baixo para cima da ICANN, este processo de revisão vai incorporar uma "auto-revisão" feita pela comunidade At-Large, e seu envolvimento direto. Uma pesquisa online vai coletar o feedack de outras estruturas e membros da comunidade, da Diretoria e da equipe de colaboradores da ICANN. A ITEMS vai coletar dados tanto quantitativos quanto qualitativos mediante vários métodos de trabalho para gerar uma base suficiente para formular achados e recomendações.

A seleção de um examinador independente é feita de acordo ao processo de aquisições da ICANN e envolve a Equipe de Revisões Organizacionais e o Comitê de Eficácia Organizacional da Diretoria ("OEC"), responsável pela supervisão do processo de Revisão Organizacional. Seis propostas foram avaliadas exaustivamente com base nos critérios de seleção elaborados em colaboração com a comunidade At-Large. Esses critérios incluíram:

  • Compreensão da tarefa assinada
  • Conhecimentos e expertise (incluindo conhecimentos da ICANN)
  • Metodologia proposta
  • Flexibilidade: capacidade de estender o cronograma, segundo as necessidades da comunidade
  • Checagens das referências
  • Valor financeiro
  • Independência, incluindo ausência de conflito de interesses

A ITEMS International é uma consultoria localizada em Paris, especializada em aspectos regulatórios e de governança do setor das telecomunicações e da Internet. Desde 1994, a ITEMS tem conduzido inúmeros trabalhos de consultoria de alto nível para clientes franceses, europeus e internacionais, entre eles, Afnic, ICANN, a Comissão Europeia, CEPAL, ETSI, Orange e NTT. A ITEMS fez as primeiras Revisões Organizacionais da Organização de Apoio para Nomes de Códigos de País (ccNSO) em 2010, e da Organização de Apoio a Endereços (ASO) em 2011. De 2008 a 2012, a ITEMS promoveu ativamente o programa de gTLDs e faz recomendações regularmente ao ccTLD francês - Afnic - recentemente, durante a renovação de seu contrato com o governo da França para operar o .fr. Os consultores da ITEMS International são profissionais multilíngue, que combinam expertise acadêmica, regulatória e da indústria. Para mais informações sobre a ITEMS, visite seu site.

Mais informações:


More Announcements
Domain Name System
Internationalized Domain Name ,IDN,"IDNs are domain names that include characters used in the local representation of languages that are not written with the twenty-six letters of the basic Latin alphabet ""a-z"". An IDN can contain Latin letters with diacritical marks, as required by many European languages, or may consist of characters from non-Latin scripts such as Arabic or Chinese. Many languages also use other types of digits than the European ""0-9"". The basic Latin alphabet together with the European-Arabic digits are, for the purpose of domain names, termed ""ASCII characters"" (ASCII = American Standard Code for Information Interchange). These are also included in the broader range of ""Unicode characters"" that provides the basis for IDNs. The ""hostname rule"" requires that all domain names of the type under consideration here are stored in the DNS using only the ASCII characters listed above, with the one further addition of the hyphen ""-"". The Unicode form of an IDN therefore requires special encoding before it is entered into the DNS. The following terminology is used when distinguishing between these forms: A domain name consists of a series of ""labels"" (separated by ""dots""). The ASCII form of an IDN label is termed an ""A-label"". All operations defined in the DNS protocol use A-labels exclusively. The Unicode form, which a user expects to be displayed, is termed a ""U-label"". The difference may be illustrated with the Hindi word for ""test"" — परीका — appearing here as a U-label would (in the Devanagari script). A special form of ""ASCII compatible encoding"" (abbreviated ACE) is applied to this to produce the corresponding A-label: xn--11b5bs1di. A domain name that only includes ASCII letters, digits, and hyphens is termed an ""LDH label"". Although the definitions of A-labels and LDH-labels overlap, a name consisting exclusively of LDH labels, such as""icann.org"" is not an IDN."