zh

Plantando a semente da diplomacia: trabalhando para satisfazer as necessidades do panorama dinâmico de governança da Internet

2016 年 04 月 18 日
作者: Nora Abusitta

null

O crescimento da ICANN e seu trabalho contínuo de globalização criaram muitas oportunidades de cooperação e colaboração interna e externa. Esses elementos estão no centro do trabalho do departamento de desenvolvimento e responsabilidade pública da ICANN (DPRD) para fortalecer o modelo de múltiplas partes interessadas para a governança da Internet através do apoio, da ampliação e da diversificação de sua base de partes interessadas.

A natureza global da ICANN significa que muitos dos problemas que ela enfrenta têm muitas dimensões. Não existem soluções padrão para todos. Muitas vezes, a ICANN precisa utilizar abordagens inovadoras, que levam em conta tanto as necessidades locais quanto as do ecossistema mais amplo de governança da Internet. Em busca da inovação, o DPRD serve como incubadora e laboratório de teste de novas ideias. Muitos desses trabalhos acontecem em forma de projetos piloto. O DPRD também é responsável pelo ICANN Learn – uma plataforma aberta de aprendizagem online desenvolvida para promover o conhecimento institucional e a conexão com os colegas, além de aumentar a conscientização sobre como nosso ecossistema funciona.

Para ampliar a base de partes interessadas da ICANN, é necessário entender a importância e as nuances de seu trabalho no contexto local. Sob esse ponto de vista, fica claro que para realizar sua missão, a ICANN precisa contribuir com um ecossistema íntegro para a governança da Internet.

Nos últimos dois anos, através de parcerias direcionadas e colaborativas com os agentes relevantes, o DPRD criou mecanismos para capacitar as partes interessadas. Esses mecanismos aumentaram a participação nos processos da ICANN, especialmente de partes interessadas de regiões em desenvolvimento. Os principais programas do DPRD, Fellowship e NextGen@ICANN, sempre atingem esse objetivo.

Mais recentemente, o DPRD estabeleceu uma parceria com a Annenberg School for Communication and Journalism da University of Southern California (USC) para realizar o primeiro Spring Institute on Internet Diplomacy, de 13 a 19 de março de 2016. A ideia dessa colaboração surgiu da minha experiência no USC Summer Institute of Public Diplomacy há quatro anos. Nesse evento, depois de vários anos como profissional de diplomacia pública, percebi que com várias estratégias de diplomacia pública podem ser aplicadas para abordar muitos problemas globais. Também senti a necessidade de informar os tomadores de decisões de diferentes setores e regiões sobre os desafios gerados pela velocidade e a natureza internacional da Internet. Essas questões exigem uma colaboração em longo prazo e cada vez maior entre vários agentes e redes.

O envolvimento da ICANN nesse projeto é um sinal claro de seu compromisso com o aumento da conscientização sobre o modelo de múltiplas partes interessadas e com a exploração de sinergias com outras áreas. O curso da USC foi uma oportunidade de começar a estabelecer uma nova geração de defensores globais da governança com múltiplas partes interessadas. Os participantes receberam as ferramentas necessárias para explorar novos canais para a comunicação e a colaboração efetivas.

O curso imersivo de uma semana reuniu palestrantes reconhecidos para trocar ideias e analisar as implicações socioeconômicas e políticas das questões relacionadas à Internet. Grande parte do tempo da aula foi dedicado à discussão de questões relacionadas a diplomacia e envolvimento público, bem como abordagens. Os acadêmicos analisaram assuntos fora de suas áreas de expertise, promovendo maior conscientização e explorando pontos em comum. O programa contou com 20 participantes de 13 países diferentes, representando sociedade civil, governo, setor privado e comunidades técnica e acadêmica. O grupo aprendeu sobre estruturas e métodos comprovados. Também foi uma oportunidade de criar uma rede de acadêmicos e profissionais que podem ampliar seu trabalho colaborativo nos próximos anos.

O Spring Institute é um bom exemplo de programa piloto com grande potencial. Além de servir como trampolim para futuros trabalhos colaborativos entre partes interessadas diversificadas, programas como este também podem promover o melhor entendimento das dificuldades e dos benefícios do modelo de governança com múltiplas partes interessadas. A diplomacia na Internet continua sendo um território inexplorado. A introdução de ferramentas de diplomacia pública no espaço da governança da Internet pode incentivar novas parcerias e fortalecer as colaborações existentes, com o objetivo de resolver os problemas atuais e futuros da Internet. Usar abordagens inovadoras, que transcendam os modelos tradicionais de cooperação, é essencial para satisfazer e se adaptar às necessidades desse ecossistema dinâmico.

Pensando nisso, estamos explorando a opção de realizar outro Institute on Internet Diplomacy em 2017. Vamos divulgar mais informações nos próximos meses!

Se tiverem perguntas, sugestões ou comentários gerais, escrevam para dprd@icann.org.

Nora Abusitta
SVP, Programas de desenvolvimento e responsabilidade pública, ICANN

Authors

Nora Abusitta