Skip to main content
Resources

A ICANN vai celebrar seu primeiro Fórum do Sistema de Nomes de Domínio da Turquia em 18 de novembro de 2014

A meta é encorajar o crescimento de uma indústria de nomes de domínio mais forte na Turquia

Esta página também está disponível em:

Istambul, Turquia – A Corporação para Atribuição de Nomes e Números da Internet (ICANN) anunciou hoje que, pela primeira vez, vai celebrar um fórum sobre o Sistema de Nomes de Domínio (DNS) da Turquia em Istambul no dia 18 de novembro de 2014. Este Fórum do DNS da Turquia é a primeira edição do que passará a ser um evento anual. O fórum vai reunir participantes interessados e jogadores chave no campo de nomes de domínio, para debater assuntos atuais da indústria na Turquia. Representantes da ICANN, o Governo da Turquia e o Banco Garanti vão fazer comentários de boas-vindas para inaugurar a sessão de uma jornada completa.

"Nosso hub aqui em Istambul, aberto recentemente, visa participar com nossos setores interessados locais em todos os aspectos – este evento é um deles – com o intuito de construir uma indústria de nomes de domínio mais forte na Turquia. Na ICANN, nossa missão para o público está voltada a manter uma Internet segura, estável e interoperável. Nosso hub tem uma posição singular, não apenas para servir nosso país anfitrião, mas também para ser a ponte que conecte a Europa, a África e o Oriente Médio", disse David Olive, vice presidente, Apoio à Elaboração de Políticas e gerente geral da ICANN – Istambul.

Durante este fórum, haverá apresentações e debates de painéis de especialistas do setor da Internet da Turquia que vão tratar assuntos como:

  • A indústria da Internet na Turquia,
  • As oportunidades de inovação e crescimento disponíveis para a inovação empresarial,
  • Os novos Domínios genéricos de Nível Superior (gTLDs),
  • Estratégias para registradores num ambiente competitivo.

"Estamos felizes com a cooperação e o apoio da comunidade local por fazer isso acontecer e esperamos uma frutífera colaboração com nos nossos futuros esforços para apoiar e desenvolver os mercados de nomes de domínio emergentes com todos os conhecimentos especializados que possamos fornecer", disse Baher Esmat, vice presidente, Participação de Partes Interessadas para o Oriente Médio – ICANN.

Participantes da ICANN, de outras organizações da Internet, registros, registradores, registratários, ccTLDs, requerentes de novos gTLDs, elaboradores de políticas, provedores de serviços de Internet, empresas de TI, proprietários de marcas e escritórios de advogados, membros da academia e da sociedade civil, vão assistir ao evento com o intuito de compartilhar experiências e melhores práticas.

Para mais informação, visite o site do Evento em https://community.icann.org/display/MES/Turkey+DNS+Forum

##

Acerca da ICANN:

A missão da ICANN é garantir uma Internet mundial estável, segura e unificada. Para contatar outra pessoa através da Internet você deve digitar um endereço no seu computador – um nome ou um número. Esse endereço deve ser único para que os computadores saibam onde encontrar-se entre si. A ICANN coordena esses identificadores únicos no mundo inteiro. Sem essa coordenação, não poderíamos ter uma Internet global. A ICANN, lançada em 1998, é uma corporação para o benefício público e sem fins lucrativos, com participantes de todo o mundo, dedicada a manter uma Internet segura, estável e interoperável. Promove a concorrência e elabora políticas sobre os identificadores únicos da Internet. A ICANN não controla conteúdos na Internet. Não pode deter o spam nem trata questões sobre o acesso à Internet. Porém, através de sua função de coordenação do sistema de nomeação da Internet, ela tem uma influência importante na expansão e evolução da Internet. Para mais informações, visite: www.icann.org.

Para mais informações, entre em contato com:

Luna Madi
EMEA, Diretora de Comunicações
ICANN
Londres, Reino Unido
Fone: +44 7780 947574
Email: luna.madi@icann.org

Domain Name System
Internationalized Domain Name ,IDN,"IDNs are domain names that include characters used in the local representation of languages that are not written with the twenty-six letters of the basic Latin alphabet ""a-z"". An IDN can contain Latin letters with diacritical marks, as required by many European languages, or may consist of characters from non-Latin scripts such as Arabic or Chinese. Many languages also use other types of digits than the European ""0-9"". The basic Latin alphabet together with the European-Arabic digits are, for the purpose of domain names, termed ""ASCII characters"" (ASCII = American Standard Code for Information Interchange). These are also included in the broader range of ""Unicode characters"" that provides the basis for IDNs. The ""hostname rule"" requires that all domain names of the type under consideration here are stored in the DNS using only the ASCII characters listed above, with the one further addition of the hyphen ""-"". The Unicode form of an IDN therefore requires special encoding before it is entered into the DNS. The following terminology is used when distinguishing between these forms: A domain name consists of a series of ""labels"" (separated by ""dots""). The ASCII form of an IDN label is termed an ""A-label"". All operations defined in the DNS protocol use A-labels exclusively. The Unicode form, which a user expects to be displayed, is termed a ""U-label"". The difference may be illustrated with the Hindi word for ""test"" — परीका — appearing here as a U-label would (in the Devanagari script). A special form of ""ASCII compatible encoding"" (abbreviated ACE) is applied to this to produce the corresponding A-label: xn--11b5bs1di. A domain name that only includes ASCII letters, digits, and hyphens is termed an ""LDH label"". Although the definitions of A-labels and LDH-labels overlap, a name consisting exclusively of LDH labels, such as""icann.org"" is not an IDN."