Skip to main content

Próximas atividades do Programa de Novos gTLDs sob consideração - Plano de Trabalho Inicial é publicado

Esta página também está disponível em:

Why this matters

gtld

A ICANN publicou hoje a minuta de um Plano de Trabalho para descrever um conjunto de revisões e atividades da comunidade em andamento e planejadas para dar suporte à consideração de mais um processo de solicitação para a próxima rodada de nomes de domínio genéricos de nível superior (gTLDs) sob o Programa de Novos gTLDs.

Download the Draft Work Plan [PDF, 397 KB]

O Programa de Novos gTLDs está possibilitando a maior expansão da história do sistema de nomes de domínio. Assim, visa possibilitar mais oportunidades, diversidade e inovação em nível superior do Sistema de Nomes de Domínio (DNS).

"Estamos muito satisfeitos com os resultados iniciais da atual rodada de gTLDs, sendo que os primeiros foram delegados para a Internet em outubro de 2013," disse Akram Atallah, presidente da Divisão de Domínios Globais da ICANN. "Nos últimos meses houve um crescente nível de interesse no cronograma do próximo processo de solicitações. Embora hoje estejamos focando nossos recursos em garantir que a atual rodada de gTLDs seja levada à Internet em forma segura, nós nos encontramos num ponto em que podemos iniciar debates sobre uma rodada posterior a essa".

Com base nas estimativas atuais, o lançamento de uma próxima rodada de solicitações não deverá acontecer antes de 2016.

O Guia de Solicitadores de gTLDs gTLD Applicant Guidebook estipulou que o objetivo da ICANN é lançar rodadas subsequentes de solicitações de gTLDs nem bem for possível, destacando que os prazos exatos estariam baseados em experiências ganhas e em alterações requeridas depois de a primeira rodada tiver finalizado.

A partir de 22 de setembro, 515 requerentes assinaram acordos de registro com a ICANN; 395 novos gTLDs foram delegados sob o programa; 312 TLDs encaminharam à ICANN Informação para Início de TLDs para sua publicação. A Avaliação Inicial já foi finalizada para todos os requerentes. Os posteriores processos de objeções e processos de resolução de contenciosos estão procedendo de acordo ao programado. As estatísticas do programa são atualizadas semanalmente e podem ser visualizadas aqui here. Com estas operações acontecendo de maneira estável, a ICANN agora está alocando recursos para preparativos para rodadas posteriores.

Orientadas pela meta formulada pela ICANN de abrir uma nova rodada de solicitações de forma oportuna, as atividades descritas no Plano de Trabalho visam garantir que a próxima rodada de solicitações aconteça com os benefícios adicionais da experiência ganha na primeira rodada. O Plano de Trabalho visa permitir que a ICANN apoie e facilite as revisões e os debates que acontecerão durante todo o processo multissetorial sobre o futuro do Programa.

Está sendo planejada uma sessão na próxima reunião pública da ICANN em Los Angeles para apresentar e debater o plano.

Acerca da ICANN

A missão da ICANN é garantir uma Internet mundial estável, segura e unificada. Para contatar outra pessoa através da Internet você deve digitar um endereço no seu computador – um nome ou um número. Esse endereço deve ser único para que os computadores saibam onde encontrar-se entre si. A ICANN coordena esses identificadores únicos no mundo inteiro. Sem essa coordenação não poderíamos ter uma Internet global. A ICANN, lançada em 1998, é uma corporação para o benefício público e sem fins lucrativos, com participantes de todo o mundo, dedicada a manter uma Internet segura, estável e interoperável. A ICANN promove a concorrência e desenvolve uma política para os identificadores únicos da Internet. A ICANN não controla conteúdos na Internet. Não pode deter o spam nem trata questões sobre o acesso à Internet. Porém, através de sua função de coordenação do sistema de nomeação da Internet, ela tem uma influência importante na expansão e evolução da Internet. Para mais informações, visite: www.icann.org.


More Announcements
Domain Name System
Internationalized Domain Name ,IDN,"IDNs are domain names that include characters used in the local representation of languages that are not written with the twenty-six letters of the basic Latin alphabet ""a-z"". An IDN can contain Latin letters with diacritical marks, as required by many European languages, or may consist of characters from non-Latin scripts such as Arabic or Chinese. Many languages also use other types of digits than the European ""0-9"". The basic Latin alphabet together with the European-Arabic digits are, for the purpose of domain names, termed ""ASCII characters"" (ASCII = American Standard Code for Information Interchange). These are also included in the broader range of ""Unicode characters"" that provides the basis for IDNs. The ""hostname rule"" requires that all domain names of the type under consideration here are stored in the DNS using only the ASCII characters listed above, with the one further addition of the hyphen ""-"". The Unicode form of an IDN therefore requires special encoding before it is entered into the DNS. The following terminology is used when distinguishing between these forms: A domain name consists of a series of ""labels"" (separated by ""dots""). The ASCII form of an IDN label is termed an ""A-label"". All operations defined in the DNS protocol use A-labels exclusively. The Unicode form, which a user expects to be displayed, is termed a ""U-label"". The difference may be illustrated with the Hindi word for ""test"" — परीका — appearing here as a U-label would (in the Devanagari script). A special form of ""ASCII compatible encoding"" (abbreviated ACE) is applied to this to produce the corresponding A-label: xn--11b5bs1di. A domain name that only includes ASCII letters, digits, and hyphens is termed an ""LDH label"". Although the definitions of A-labels and LDH-labels overlap, a name consisting exclusively of LDH labels, such as""icann.org"" is not an IDN."