Skip to main content

Exatidão sintática e de operabilidade dos dados do WHOIS em gTLDs apresentada no Relatório Fase II do Sistema de Notificação sobre Questões de Exatidão

Esta página também está disponível em:

Hoje, a ICANN publicou o relatório Fase II do Sistema de Notificação sobre Questões de Exatidão do WHOIS (ARS - Accuracy Reporting System), que constitui uma continuação do relatório Fase I, publicado em agosto de 2015. Durante a Fase II, a ICANN mensurou tanto a exatidão sintática quanto a de operabilidade dos registros do WHOIS em gTLDs em relação aos requisitos dos Acordos de Credenciamento de Registradores (RAAs) de 2009 e 2013.

Leia o Relatório Fase II.

Além de fazer testes de formato e conteúdo de uma amostra de registros do WHOIS, a ICANN criou testes de exatidão para responder perguntas sobre a operabilidade dos registros de WHOIS:

  • Pode ser rejeitado um e-mail enviado ao endereço de e-mail fornecido no registro do WHOIS?
  • A campainha do número de telefone fornecido soa quando ele é discado?
  • O correio vai ser mesmo enviado ao endereço postal fornecido?

Então, usando métodos estatísticos, foram fornecidas estimativas de exatidão sintática e de operabilidade com 96% de intervalo de confiança à população de domínios em gTLDs como um todo, e a vários subgrupos de interesse.

A análise achou, por exemplo, que aproximadamente 87% dos endereços de e-mail, 74% dos números de telefone e 98% dos endereços postais estavam operáveis. Para mais informação, veja a Tabela 1 a seguir.

Tabela 1: Exatidão geral na operabilidade de gTLDs pelo Modo Contatos (95% de intervalo de confiança)

E-mail

Telefone

Endereço postal

Todos os 3 exatos

Todos os 3 Contatos (Registrante, Técnico, Administrativo) são exatos

87.1% ± 0.7%

74.0% ± 0.9%

98.0% ± 0.3%

64.7% ± 0.9%

Em termos de exatidão sintática, o relatório Fase II mostra resultados similares aos da Fase I. Isto é, que encontrou-se que aproximadamente 99% dos endereços de e-mail, 83% dos números de telefone e 79% dos endereços postais cumpriam todos os requisitos do RAA de 2009. A Tabela 2 a seguir fornece mais informações.

Tabela 2: Exatidão sintática geral dos gTLDs com os Requisitos do RAA 2009, pelo Modo Contatos (95% de intervalo de confiança)

E-mail

Telefone

Endereço postal

Todos os 3 exatos

Todos os 3 Contatos (Registrante, Técnico, Administrativo) são exatos

99.1% ± 0.2%

83.3% ± 0.7%

79.4% ± 0.8%

67.2% ± 0.9%

O relatório Fase II contém mais detalhes sobre a exatidão sintática e de operabilidade, incluindo observações importantes sobre as diferenças entre a Fase I e a Fase II. O relatório da Fase II também comenta sobre os principais tipos de não conformidades, tendências e comparações da precisão no WHOIS em diferentes regiões, versões de RAAs e tipos de gTLDs.

Próximos passos para a Fase II

A ICANN vai organizar um webinar em 12 de janeiro de 2016, às 16:00:00 UTC, para mostrar como são a metodologia e os achados do relatório Fase II do Sistema de Notificação de Questões de Exatidão (ARS) do WHOIS. Nas próximas semanas será feito um anúncio com mais detalhes sobre como participar.

Os resultados da Fase II foram fornecidos à equipe de Cumprimento Contratual da ICANN, que avaliará os tipos de erros achados e acompanhará os registradores em casos de registros potencialmente inexatos. Se queixas de inexatidão e/ou formato no WHOIS forem criadas a partir dos dados do sistema ARS do WHOIS, o setor de Cumprimento Contratual da ICANN vai emitir tickets conforme à Abordagem e o Processo do Cumprimento Contratual.

Próximos passos para o sistema ARS do WHOIS

Em janeiro de 2016, a ICANN também vai começar a trabalhar no segundo ciclo da Fase II do ARS, que medirá novamente tanto a sintaxe quanto a operabilidade das informações de contato nos registros do WHOIS. Os testes deverão estar finalizados em abril de 2016 e um relatório sobre o Ciclo 2 da Fase II, em junho de 2016.

Histórico

A ICANN revisa o Programa do WHOIS a cada três anos como parte de sua Afirmação de Compromissos (AoC). Em 8 de novembro de 2012, a Diretoria da ICANN aprovou uma série de melhorias na maneira em que a ICANN faz sua supervisão do Programa WHOIS com base nas recomendações feitas pela Equipe de Revisão do WHOIS 2012. Como parte dessas melhorias, a ICANN se comprometeu a identificar proativamente dados de contato do WHOIS de gTLDs potencialmente inexatos e a remeter esses registros aos registradores para sua pesquisa e acompanhamento. Para essas tarefas, a ICANN iniciou a elaboração de um Sistema de Notificação de Questões de Exatidão do WHOIS. Durante todo o processo de elaboração, a ICANN consultou à comunidade e colaborou com ela.

O intuito do sistema ARS é produzir melhorias ao longo do tempo no nível de exatidão dos dados do WHOIS, que serão examinados em relatórios ARS posteriores.

Sobre a ICANN

A missão da ICANN é garantir uma Internet mundial estável, segura e unificada. Para contatar outra pessoa através da Internet você deve digitar um endereço no seu computador – um nome ou um número. Esse endereço deve ser único para que os computadores saibam onde encontrar-se entre si. A ICANN coordena esses identificadores únicos no mundo inteiro. Sem essa coordenação, não poderíamos ter uma Internet global. A ICANN, lançada em 1998, é uma corporação para o benefício público e sem fins lucrativos, com participantes de todo o mundo, dedicada a manter uma Internet segura, estável e interoperável. Promove a concorrência e elabora políticas sobre os identificadores únicos da Internet. A ICANN não controla conteúdos na Internet. Não pode deter o spam nem trata questões sobre o acesso à Internet. Porém, através de sua função de coordenação do sistema de nomeação da Internet, ela tem uma influência importante na expansão e evolução da Internet. Para mais informações, visite: www.icann.org.


More Announcements
Domain Name System
Internationalized Domain Name ,IDN,"IDNs are domain names that include characters used in the local representation of languages that are not written with the twenty-six letters of the basic Latin alphabet ""a-z"". An IDN can contain Latin letters with diacritical marks, as required by many European languages, or may consist of characters from non-Latin scripts such as Arabic or Chinese. Many languages also use other types of digits than the European ""0-9"". The basic Latin alphabet together with the European-Arabic digits are, for the purpose of domain names, termed ""ASCII characters"" (ASCII = American Standard Code for Information Interchange). These are also included in the broader range of ""Unicode characters"" that provides the basis for IDNs. The ""hostname rule"" requires that all domain names of the type under consideration here are stored in the DNS using only the ASCII characters listed above, with the one further addition of the hyphen ""-"". The Unicode form of an IDN therefore requires special encoding before it is entered into the DNS. The following terminology is used when distinguishing between these forms: A domain name consists of a series of ""labels"" (separated by ""dots""). The ASCII form of an IDN label is termed an ""A-label"". All operations defined in the DNS protocol use A-labels exclusively. The Unicode form, which a user expects to be displayed, is termed a ""U-label"". The difference may be illustrated with the Hindi word for ""test"" — परीका — appearing here as a U-label would (in the Devanagari script). A special form of ""ASCII compatible encoding"" (abbreviated ACE) is applied to this to produce the corresponding A-label: xn--11b5bs1di. A domain name that only includes ASCII letters, digits, and hyphens is termed an ""LDH label"". Although the definitions of A-labels and LDH-labels overlap, a name consisting exclusively of LDH labels, such as""icann.org"" is not an IDN."