Skip to main content

Ficou formada a equipe de revisão de Concorrência, Confiança do Consumidor e Escolha do consumidor

Esta página também está disponível em:

Hoje, a ICANN anunciou que 17 pessoas foram selecionadas para fazer parte da equipe que vai revisar o programa de Novos gTLDs sobre Concorrência, Confiança do Consumidor e Escolha do Consumidor (CCT, segundo sigla em inglês). Os membros da equipe de revisão representam uma variedade de regiões geográficas e áreas de expertise e têm demonstrado conhecer o Programa de Novos gTLDs ou uma das áreas de revisão.

Seis membros da equipe de revisão receberam o endosso da Organização de Apoio para Nomes Genéricos (GNSO) e dois membros, o endosso do Comitê Consultivo At-Large (ALAC). Quatro membros terão a função de especialistas independentes e contribuirão com profundos conhecimentos sobre questões de economia, proteção do consumidor e legislação de propriedade intelectual, além de segurança da Internet. Dos cinco membros restantes, dois também pertencem à Organização de Apoio para Nomes de Código de País (ccNSO); dois membros, ao Comitê Consultivo Governamental (GAC), e um membro representa o CEO da ICANN.

Conforme a Afirmação de Compromissos da ICANN, os membros da equipe de revisão de CCT foram selecionados pelo CEO da ICANN, Fadi Chehadé, e pelo presidente do GAC, Thomas Schneider.

Os dois fizeram suas seleções com base numa rigorosa análise dos materiais de solicitação apresentados pelos 72 candidatos. As solicitações foram avaliadas conforme os critérios enunciados na convocatória de voluntários com o foco colocado na expertise dos candidatos em questões de concorrência, confiança do consumidor e escolha do consumidor. Também foram levados em conta os endossos e as orientações da GNSO e do ALAC. Chehadé e Schneider escolheram candidatos que representassem uma variedade de experiências e diversidade geográfica.

A Afirmação de Compromissos também permite que o CEO e o presidente do GAC participem da equipe de revisão ou indiquem seus representantes para trabalhar na equipe. Chehadé estará representado por Jamie Hedlund, da ICANN, e Schneider, por Laureen Kapin [PDF, 89 KB], do GT para Segurança Pública do GAC e da Comissão de Comércio Federal dos EUA.

Está programado que a equipe de revisão de CCT se reuna pela primeira vez em janeiro de 2016 e que finalize uma versão preliminar final de seu relatório antes de dezembro de 2016. As atualizações periódicas sobre o andamento da revisão serão disponibilizadas em icann.org e nas reuniões públicas da ICANN.

Membros que representam uma Organização de Apoio ou Comitê Consultivo da ICANN
Candidato País OA/CC Documentos
Calvin Browne África do Sul GNSO
Jordyn Buchanan EUA GNSO
Carlos Raul Gutierrez Costa Rica GNSO
Waudo Siganga Quênia GNSO
David Taylor Reino Unido GNSO
Jonathan Zuck EUA GNSO
Kaili Kan República Popular da China ALAC
Carlton Samuels Jamaica ALAC
Megan Richards Bélgica GAC
Dejan Djukic Sérvia ccNSO
Gaongalelwe G.P. Mosweu Botswana ccNSO

Membros com a função de especialistas independentes
Candidato País Documentos
Drew Bagley EUA
Stanley Besen EUA
N. Ravi Shankar Índia
Fabro Steibel Brasil

Histórico

O Artigo 9.3 da Afirmação de Compromissos estipula: "Se e quando novos gTLDs (quer seja em ASCII, quer em outros caracteres) tiverem funcionado por um ano, a ICANN organizará uma revisão que examinará até que ponto a introdução ou expansão de gTLDs tem promovido a concorrência, a confiança do consumidor e a escolha do consumidor". Um grupo consultivo de implementação recomendou um conjunto de 66 métricas [PDF, 472 KB], que o Board da ICANN adotou e que a equipe de revisão deve submeter a consideração. A ICANN tem coletado dados de muitas dessas métricas. Além disso, a ICANN encomendou uma pesquisa e um estudo econômico globais para coletar dados sobre algumas métricas. Foram publicados relatórios de base sobre o nível de consciência dos consumidores e registrantes dos novos gTLDs, juntamente a uma avaliação financeira da concorrência no mercado de nomes de domínio. Estes e outros materiais de base serão colocados a disposição da equipe de revisão para orientar seu trabalho.

Para mais informações sobre a revisão de CCT, veja aqui.

Sobre a ICANN

A missão da ICANN é contribuir para garantir uma Internet mundial estável, segura e unificada. Para contatar outra pessoa através da Internet você deve digitar um endereço no seu computador – um nome ou um número. Esse endereço deve ser único para que os computadores saibam onde encontrar-se entre si. A ICANN ajuda a coordenar e apoiar estes identificadores únicos em todo o mundo. A ICANN foi formada em 1998 como corporação pública e beneficente sem fins lucrativos e é uma comunidade com participantes do mundo inteiro. A ICANN e sua comunidade ajudam a manter uma Internet segura, estável e interoperável. Também promove a concorrência e elabora políticas para os níveis superiores do sistema de nomeação da Internet e facilita o uso de outros identificadores únicos da Internet. Para mais informações, visite: www.icann.org.


More Announcements
Domain Name System
Internationalized Domain Name ,IDN,"IDNs are domain names that include characters used in the local representation of languages that are not written with the twenty-six letters of the basic Latin alphabet ""a-z"". An IDN can contain Latin letters with diacritical marks, as required by many European languages, or may consist of characters from non-Latin scripts such as Arabic or Chinese. Many languages also use other types of digits than the European ""0-9"". The basic Latin alphabet together with the European-Arabic digits are, for the purpose of domain names, termed ""ASCII characters"" (ASCII = American Standard Code for Information Interchange). These are also included in the broader range of ""Unicode characters"" that provides the basis for IDNs. The ""hostname rule"" requires that all domain names of the type under consideration here are stored in the DNS using only the ASCII characters listed above, with the one further addition of the hyphen ""-"". The Unicode form of an IDN therefore requires special encoding before it is entered into the DNS. The following terminology is used when distinguishing between these forms: A domain name consists of a series of ""labels"" (separated by ""dots""). The ASCII form of an IDN label is termed an ""A-label"". All operations defined in the DNS protocol use A-labels exclusively. The Unicode form, which a user expects to be displayed, is termed a ""U-label"". The difference may be illustrated with the Hindi word for ""test"" — परीका — appearing here as a U-label would (in the Devanagari script). A special form of ""ASCII compatible encoding"" (abbreviated ACE) is applied to this to produce the corresponding A-label: xn--11b5bs1di. A domain name that only includes ASCII letters, digits, and hyphens is termed an ""LDH label"". Although the definitions of A-labels and LDH-labels overlap, a name consisting exclusively of LDH labels, such as""icann.org"" is not an IDN."