Skip to main content

Repertório de Início Máximo Versão 2 (MSR-2) para a elaboração de Regras de Geração de Rótulos para a Zona-Raiz

Esta página também está disponível em:

Para dar suporte a rótulos de IDN na zona-raiz, a comunidade ICANN, sob a regência do Board, empreendeu uma série de projetos para estudar e fazer recomendações sobre suas viabilidade e delegação. No contexto da implementação do Procedimento, a ICANN tem o prazer de anunciar que o Painel de Integração lançou a segunda versão do Repertório de Início Máximo (MSR-2). Esta versão compatível e ascendente do MSR-1 adiciona mais seis escritas ao repertório. O MSR é o primeiro produto do  Procedimento para elaborar e manter Regras de Geração de Rótulos (LGR) para a Zona-Raiz a respeito de Rótulos de IDN" [PDF, 772 KB]  (o Procedimento) e é o ponto inicial para o trabalho de Painéis de Geração da comunidade para elaborar suas propostas de LGRs. O LGR para a Zona-Raiz é um mecanismo para criar e manter regras a respeito de rótulos de IDN para a raiz.

O MSR-2 cobre as seguintes 28 escritas, das quais seis (marcadas com *) foram adicionadas recentemente ao MSR: árabe, armênia*, bengali, cirílico, devanagari, etíope*, georgiana, grega, gujarati, gurmukhi, han, hangul, hebraica, hiragana, kannada, katakana, khmer*, laosiana, latina, malaia, de Myanmar*, oriya, sinhala, tamil, telugu, thaana* e tai. O MSR-2 contém 33.490 pontos de código elencados de 97.973 PVALID/CONTEXT pontos de código de Unicode versão 6.3.

O lançamento do MSR-2 prepara o caminho para o trabalho a ser feito pelos Painéis de Geração. Além de selecionar seu repertório desde dentro do MSR para elaborar propostas de LGRs, os Painéis de Geração vão avaliar também se qualquer um desses pontos de códigos são variações caso forem necessárias regras para limitar mais os rótulos gerados utilizando esses pontos de código.  As propostas de LGR resultantes feitas pelos Painéis de Geração serão publicadas para comentário público antes de elas serem revisadas pelo Painel de Integração para sua integração com o LGR de Zona-Raiz. Se for preciso organizar o lançamento dos LGRs, por exemplo porque nem todos os Painéis de Geração conseguem remeter propostas ao mesmo tempo, versões posteriores o LGR poderiam ser lançadas.

O MSR-2 adia alguns pontos de códigos que já estão codificados em Unicode 7.0 porque tabelas autorizadas para IDNA 2008 ainda não estão disponíveis para Unicode 7.0. Espera-se que o Unicode 8.0, previsto para 2015, adicione ainda mais pontos de código potencialmente elegíveis para a Zona-Raiz. Além disso, o Painel de Integração monitora quaisquer escritas não incluídas no MSR visto que as indicações que mudam de status estão garantidas. Numa etapa posterior, outra versão de MSR será elaborada assumindo que exista um outro repertório para o qual a inclusão no MSR estiver garantida. Enquanto essa versão posterior do MSR não estiver desenvolvida, o MSR-2 deveria ser a base para quaisquer versões de LGRs elaboradas depois de seu lançamento. Todas as versões futuras do MSR e todas as versões do LGR devem reter plena compatibilidade retroativa.

A versão do MSR-2 está formada pelos documentos seguintes:


More Announcements
Domain Name System
Internationalized Domain Name ,IDN,"IDNs are domain names that include characters used in the local representation of languages that are not written with the twenty-six letters of the basic Latin alphabet ""a-z"". An IDN can contain Latin letters with diacritical marks, as required by many European languages, or may consist of characters from non-Latin scripts such as Arabic or Chinese. Many languages also use other types of digits than the European ""0-9"". The basic Latin alphabet together with the European-Arabic digits are, for the purpose of domain names, termed ""ASCII characters"" (ASCII = American Standard Code for Information Interchange). These are also included in the broader range of ""Unicode characters"" that provides the basis for IDNs. The ""hostname rule"" requires that all domain names of the type under consideration here are stored in the DNS using only the ASCII characters listed above, with the one further addition of the hyphen ""-"". The Unicode form of an IDN therefore requires special encoding before it is entered into the DNS. The following terminology is used when distinguishing between these forms: A domain name consists of a series of ""labels"" (separated by ""dots""). The ASCII form of an IDN label is termed an ""A-label"". All operations defined in the DNS protocol use A-labels exclusively. The Unicode form, which a user expects to be displayed, is termed a ""U-label"". The difference may be illustrated with the Hindi word for ""test"" — परीका — appearing here as a U-label would (in the Devanagari script). A special form of ""ASCII compatible encoding"" (abbreviated ACE) is applied to this to produce the corresponding A-label: xn--11b5bs1di. A domain name that only includes ASCII letters, digits, and hyphens is termed an ""LDH label"". Although the definitions of A-labels and LDH-labels overlap, a name consisting exclusively of LDH labels, such as""icann.org"" is not an IDN."